Lesões preocupam na briga por dois campeonatos simultâneos

Mesmo com um elenco recheado de opções, o Flamengo sabe que terá problemas para conciliar o Campeonato Cariocae a Copa Libertadores . Isso por que o excesso de lesões vem atrapalhando a formação de dois grupos de trabalho para se brigar em duas frentes neste começo de temporada.

E o técnico Abel Braga ficou sabendo que terá uma dificuldade a mais nesta caminhada. Isso por que ele não poderá contar com o atacante colombiano Orlando Berrío no clássico contra o Vasco neste sábado, às 19h, no Maracanã, no Rio de Janeiro, pela terceira rodada da Taça Rio, segundo turno do Estadual.

O colombiano sofreu uma lesão no reto femoral da coxa esquerda e já foi vetado pelo departamento médico. Dificilmente poderá ser relacionado para a segunda partida na Copa Libertadores, na quarta-feira da próxima semana, contra a Liga Deportiva Universitaria, a LDU do Equador, no Maracanã também.

Além dele, o também atacante colombiano Fernando Uribe, que joga mais centralizado no ataque, pode ser problema, pois vem lutando contra uma entorse no tornozelo direito. Vale lembrar que o jovem Lincoln, revelado nas categorias de base do clube e que estava com a Seleção Brasileira no Campeonato Sul-Americano Sub-20, ficará três meses parado devido a uma lesão na coxa direita.

O Flamengo tem problemas em outras posições. Na zaga, Rhodolfo vem sendo desfalque devido a dores na panturrilha esquerda, enquanto que Thuler foi reintegrado na quarta-feira após se tratar de uma entorse no tornozelo direito.

A grande quantidade de baixas preocupa por conta do desgaste encontrado pelo grupo na altitude de Oruro, na vitória de 1 a 0 sobre o San José da Bolívia. Jogadores como o lateral-esquerdo Renê, o zagueiro Léo Duarte, o volante Gustavo Cuéllar e o atacante Gabriel precisaram de doses extras de oxigênio e apresentaram muita perda de energia. Com a proximidade do duelo com a LDU, Abel pretendia preservar alguns titulares no clássico.

Nesta sexta-feira o treinador comanda um time pela manhã e deverá definir a escalação que deverá ser utilizada. Em seguida começa o período de concentração. Com seis pontos ganhos na Taça Rio, o Flamengo vai se aproximar da classificação em caso de triunfo.

Gazeta Esportiva

Compartilhe!