Flamengo inicia série em casa na Liberta e tenta repetir feito de 2017

A vitória na estreia – 1 a 0 sobre o San José em Oruro, na Bolívia – e a tabela do Grupo D, que deu ao Flamengo uma sequência de três jogos consecutivos no Rio de Janeiro, fazem com que o time de Abel Braga tenha condições de encaminhar a classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores com triunfos no Maracanã, com o apoio da Nação. Conquistar três vitórias como mandante, porém, é um feito que a equipe só conseguiu uma vez na década. 

Foram cinco participações do Flamengo na Copa de 2010 para cá: 2010, 2012, 2014, 2017 e 2018. Apenas em 2017, há duas temporadas, o Rubro-Negro teve 100% de aproveitamento em casa, vencendo o San Lorenzo-ARG (4 a 0), o Athletico Paranaense (2 a 1) e, finalmente, a Universidad Católica-CHL (3 a 1). 

Somando estas cinco edições, o Flamengo conta com um aproveitamento de 71,1% dos pontos disputados como mandante – um bom percentual se comparado ao desempenho do time da Gávea fora de casa neste período: foram apenas 12 pontos conquistados de 45 em disputada, cerca de 26,7%.

Os números ruins como visitante resultaram na queda precoce do Flamengo em três oportunidades recentes. Em 2017, 2014 e 2012, a equipe sequer classificou-se para as oitavas de final da Libertadores. Cuéllar, que disputa a sua segunda edição do torneio pelo clube, projetou a sequência no Grupo D. 

– Ficou claro, nas edições anteriores, que a gente sofria para conquistar o resultado fora de casa. Já conquistamos os três primeiros pontos na altitude e mostramos que aprendemos com os erros na Libertadores passada. Manter a base foi também muito importante – afirmou o colombiano do Flamengo. 

Após a primeira rodada do Grupo D, Flamengo e LDU dividem a liderança da chave com três pontos, com os equatorianos na frente por conta do saldo de gols – venceram o Peñarol, do Uruguai, por 2 a 0 em Quito, enquanto o time de Abelão venceu por 1 a 0 o San José, da Bolívia, por 1 a 0 na altitude de Oruro, 

Depois do duelo com a LDU nesta quarta-feira, às 21h30 no Maracanã, o Rubro-Negro receberá o Peñarol, no dia 3 de abril, e o San José, no dia 11 de abril. 

As rodadas finais do Flamengo no Grupo D da Copa Libertadores, portanto, serão como visitante: encara a equipe equatoriana, em Quito, no dia 24 de abril, e fecha a chave contra os uruguaios, em Montevidéu, no dia 8 de maio.

O aproveitamento do Flamengo, em casa e fora, nesta década na Libertadores: 

2018 – Fase de Grupos (2º lugar, classificado com 10 pontos) 
Aproveitamento em casa: 5/9 
Aproveitamento fora de casa: 5/9 

2017 – Fase de Grupos (3º lugar, eliminado com nove pontos) 
Aproveitamento em casa: 9/9 
Aproveitamento fora de casa: 0/9 

2014 – Fase de Grupos (3º lugar, eliminado com sete pontos) 
Aproveitamento em casa: 4/9 
Aproveitamento fora de casa: 3/9 

2012 – Fase de Grupos (3º lugar, eliminado com oito pontos) 
Aproveitamento em casa: 7/9 
Aproveitamento fora de casa: 1/9 

2010 – Fase de Grupos (2º lugar, classificado com 10 pontos) 
Aproveitamento em casa: 7/9 
Aproveitamento fora de casa: 3/9 

LANCENET

Compartilhe!