Flamengo fica com só R$ 17,6 mil da renda de mais de R$ 1 milhão diante da Cabofriense

Mais um jogo de casa cheia no Maracanã, mais uma partida com lucro mínimo do Flamengo no estádio. Com quase 50 mil pessoas presentes na goleada por 4 a 0 sobre a Cabofriense (46.784 pagantes), a renda do último domingo foi de R$ 1.059.495,00. Porém, desse valor, o Rubro-Negro ficou com apenas R$ 17,6 mil, equivalente a 1,6% de toda a bilheteria.

O Flamengo já havia tido um lucro líquido ínfimo de R$ 13,6 contra o Bangu , na estreia, e prejuízo de R$ 214,3 mil diante do Boavista , nos outros dois jogos realizados no Maracanã em 2019.

De acordo com o borderô da partida, as despesas do jogo ficaram em R$ 1.018.235,27. Entre os itens mais caros novamente estão: custo operacional do estádio (R$ 313.237,05); “contas de consumo” (R$ 150.000,00), aluguel do Maracanã (R$ 120.000,00) e taxa da federação (R$ 99.920,70). O clube, que também arcou com R$ 6 mil de exame antidoping, levou quase o mesmo da Cabofriense (R$ 15.926,25).

Uma receita que não aparece no borderô, mas o Flamengo recebe e julga ser um valor relevante na conta final, é referente aos lucros com bares e camarotes do estádio.

Globo Esporte

Compartilhe!