Adversário do Flu na Sul-Americana, Fierro se declara ao Fla: ‘Minha casa’

Quando as bolinhas da Conmebol sortearam o confronto entre Fluminense e Antofagasta, poucos torcedores sabiam sobre o clube chileno. Entretanto, do outro lado, um espião entraria em ação. Gonzalo Fierro é um ídolo no país e retorna ao Rio de Janeiro com a missão de classificar a equipe para a próxima fase da Copa Sul-Americana. Ao LANCE! , falou sobre a possibilidade de agradar duas torcidas – a do seu clube atual e a do Flamengo, por onde atuou durante anos.

– Desde que eu soube que iriamos jogar contra o Fluminense, pensei em ambas as torcidas (Flamengo e Antofagasta). Seria lindo poder marcar um gol e levar para o Chile um triunfo. Por isso trabalhamos forte para fazer uma boa partida – declarou.

Fluminense e Antofagasta se enfrentam, nesta terça-feira, às 21h30, no Maracanã, e a equipe chilena treinou na Gávea durante a sua estadia na cidade. Fierro aproveitou para rever a sede do ex-clube e tirar fotos com o escudo do Flamengo. O meia, que está atuando como lateral-direito, tratou de lembrar do período vitorioso e declarou: “É a minha casa”.

– Para mim, o Flamengo é a minha casa. Eu tive quatro anos no clube, conquistei três títulos e nas vezes que eu venho ao Rio de Janeiro os torcedores se comportam muito bem comigo. É extraordinário, fico orgulhoso de vestir o manto e ser campeão brasileiro.

Fierro é um dos jogadores mais experientes do elenco do Antofagasta e um dos poucos que já atuou no Maracanã. Como o grupo é formado por atletas jovens, ele fica responsável por orientar a equipe. O próprio conta sobre como atuar no estádio influencia nos atletas e como está sendo a preparação.

– A verdade é que ajuda mais do que tudo para ser capaz de transmitir o quão bonito é este lugar e jogar no estádio. Temos um grupo de jogadores muitos jovens jogadores e atuar em estádios míticos gera uma emoção diferente. Você tem que curtir 100%, que a tranquilidade te leva a fazer um bom jogo.

O Antofagasta fez história no Campeonato Chileno em 2018. Foi o quarto colocado, com o melhor ataque da competição – 48 gols em 30 jogos – , o que fez a equipe se classificar para um torneio internacional pela primeira vez na história. Fierro destacou esse momento vivido pelo clube.

– É a primeira vez que o clube joga um torneio internacional, então queremos manter isso. Eles (diretoria) fizeram um grande esforço para contratar este ano, uma pré-temporada forte. Sabemos que a pressão estará em todos os jogos que disputamos, a equipe está preparada para o desafio e fará o seu melhor no Maracanã.

Lancenet

Compartilhe!