Guerra fria: Diego Alves registra seus treinos em turnos diferentes no Fla

O litígio é evidente, e Flamengo e Diego Alves calculam cada movimento em benefício próprio no que resta da relação entre as partes: o vínculo trabalhista. O Rubro-Negro bateu o martelo de que os treinos do restante do elenco não contarão com a presença do goleiro, que, por sua vez, registra todas as atividades feitas fora do turno regular.

Desde a polêmica aparição no Ninho do Urubu na manhã de sexta-feira, Diego Alves tem postado todos os trabalhos de recuperação de lesão no joelho direito em redes sociais. Foi o que aconteceu na tarde de sábado, quando o elenco viajava para São Paulo, onde entrou em campo pelo Brasileirão, e o camisa 1 escreveu em seu Instagram:

– Nunca sozinho. Deus no controle.

Foi o primeiro dia de trabalho do goleiro sem contato com os companheiros. De folga no domingo, ele fez postagem comemorando o gol de Rodinei e nesta segunda voltou a “prestar conta” do tratamento. Pela manhã, fez filmagem no CT e, de tarde, quando o elenco se reapresentou, mostrou atividade em casa.

No Ninho do Urubu, Diego Alves fez questão de filmar todo o ambiente, mostrando que estava sozinho. Outro jogador a se recuperar de lesão, por exemplo, Juan segue programação dos companheiros.

O Flamengo acompanha os movimentos de Diego Alves e se surpreende. Nos bastidores, chama a atenção a participação constante de quem não era tão efetivo nas redes sociais e há a leitura de que os registros são uma forma de produzir provas em caso de uma briga na Justiça no futuro.

O clube não comenta oficialmente o episódio e segue o mantra de “assunto interno”. Por sua vez, se vê respaldado juridicamente e entende que não há nada que obrigue o profissional nem a ser titular, nem a trabalhar no mesmo horário dos companheiros.

Como segue normalmente o trabalho de recuperação da lesão no joelho direito e oferece condições de trabalho, o Flamengo não teme ações que configurem constrangimento ou assédio moral a Diego Alves. Por outro lado, o Rubro-Negro usa do mesmo expediente do goleiro e tira proveito da tecnologia para se proteger.

Todos os comunicados são realizados via WhatsApp e e-mail para que fiquem documentados. Apesar de já decidir que o profissional seguirá treinando em turno diferente do restante do elenco, os horários são informados dia a dia.

Diego Alves está em reta final de recuperação de entorse no joelho direito e a perspectiva é de que em breve inicie o trabalho de transição para o campo. Não só nesta fase como na próxima, já com bola, ele seguirá afastado do convívio dos companheiros.

Com contrato até 2020, o goleiro não veste mais a camisa do Flamengo em 2018 e tem sondagens de clubes do Oriente Médio. Com as eleições presidenciais no fim do ano, o futuro não será definido por agora, mas é difícil imagina-lo novamente vestindo vermelho e preto.

Globo Esporte

Compartilhe!