Volta de Diego é incógnita no Flamengo

Diego deixou o campo com dores na coxa direta na eliminação contra o Corinthians pela semifinal da Copa do Brasil há três semanas. Ausente nas últimas duas partidas, o camisa 10 deixa agora uma dor de cabeça em Dorival Júnior. Prestes a retornar, ele pode mudar a dinâmica que funcionou no meio-campo contra Corinthians (pelo Brasileiro) e Fluminense, nas dias vitórias por 3 a 0. Há ainda a possibilidade de uma barração do jogador.

Sem o meia, quem ganhou vaga na equipe foi Willian Arão, com mais força na marcação. O substituto é peça frequente na área adversária. Contra o Fluminense, ele teve três chances de chutar a gol apenas no primeiro tempo. Com Arão, outra mudança é que Lucas Paquetá fica mais solto para atacar.

Apesar da melhora sem o camisa 10, Dorival não quis antecipar uma decisão.

— O Diego está em fase de transição, temos que ter calma. Estando em condição, será integrado (ao grupo). Ele é importante para equipe naturalmente — desconversou o técnico apos a vitória sobre o Flu.

O rubro-negro volta a campo no próximo domingo, contra o lanterna Paraná, no Durival Britto. Após dormir na vice-liderança, o Flamengo voltou ontem ao terceiro lugar da tabela. Com 55 pontos, está a um do internacional e a quatro do líder Palmeiras.

O GLOBO

Compartilhe!