Willian Arão nega acerto com o Flamengo mas, deixa futuro em aberto

Willian Arão tem uma trajetória fora do comum para um jogador de futebol. No início de carreira como profissional sagrou-se campeão brasileiro, da Libertadores e mundial. Todos pelo Corinthians, mas quase sem jogar. Agora, aos 23 anos, foi um dos protagonistas do Botafogo na conquista da Série B e passou a ser cobiçado por outros grandes clubes do Brasil. Um deles, o rival Flamengo. Por conta dessa caminhada improvável, o volante não consegue dizer algo de seu futuro que não seja a partida contra o América-MG, neste sábado, e o casamento com Amanda, marcado para 8 de dezembro.

Sobre a notícia de estar apalavrado com o Flamengo, Willian Arão nega de pronto. Sua certeza no momento é de que fecha 2015 como um jogador evoluído e perto de estar completo. Afinal, além de se destacar nos desarmes, marcou sete gols. O último deles, o da vitória por 2 a 1 sobre o ABC, que confirmou o título da Série B. Em entrevista ao GloboEsporte.com, o volante analisou sua temporada e falou sobre o futuro, deixando claro que são reais as chances de permanecer no Botafogo em 2016.

De que forma você poderia resumir este ano, pessoal e profissionalmente?

Minha vida mudou de uma forma tremenda, nunca imaginaria que fosse acontecer. No Carioca, muitos jogadores tiveram lesões, mas eu não. Passei o estadual todo acertando a trave, e na semifinal contra o Fluminense marquei um gol que nos deu uma sobrevida. Foi um ano magnífico dentro e fora de campo. Mês que vem vou me casar.

E o que pensa para o ano que vem?

Quero manter tudo o que fiz de bom, corrigir o que foi ruim para ter um desempenho ainda melhor. Vou me preparar da melhor maneira possível, abdicar do que for preciso para chegar aonde quero.

E onde você vai jogar?

Vivo um dia após o outro. Hoje sou jogador do Botafogo. Agora vou sentar com meu pai, pois é ele quem está escutando as coisas. Deixei de participar do processo porque estava focado no objetivo de subir e ser campeão. Então vou ver com minha família o que é melhor.

Há chance de você ficar no Botafogo?

Claro que tem chance de eu ficar. Vou ver com meu pai como estão as coisas. Não sei ainda se há propostas de outros clubes.

No último sábado o GloboEsporte.com publicou que você está apalavrado com o Flamengo…

(Risos) Também já falaram que eu tinha pré-contrato com o Cruzeiro, que poderia ir para Palmeiras, Grêmio… Se for interesse real ou boato, fico honrado. São todos grandes clubes. Fico feliz porque busquei isso para mim. Quis ajudar o Botafogo e também me valorizar. Em relação ao Flamengo, não tem nada. Deixo falarem.

Fonte: Globo Esporte